sexta-feira, 27 de julho de 2007

Coletivo


Ontem minha turma da faculdade teve que fazer uma pesquisa de campo em alguns supermercados da cidade. Iríamos sair de frente do portão as 8:15 de coletivo e pela terceira vez na minha vida eu iria passar por essa experiência de andar de busão. A minha primeira vez há muito tempo atrás, foi em São Paulo e eu deveria ter uns 12 anos. Eu me lembro bem, pois foi uma experiência meio traumática. Os professores da academia de tênis da minha mãe foram fazer um curso em Sampa e eu fui juntamente com a minha família. Não sei o porquê que tivemos que pegar o ônibus, mas lembro que naquela noite iria ter jogo do Palmeiras X Corinthians e o uniforme da academia era verde e branco e por azar paramos no engarrafamento bem do lado de um ônibus de excursão que só tinha corintiano. Que azar hein! Eu lembro ter aprendido vários palavrões novos neste dia, pois os corintianos não paravam de nos xingar! Eu estava, estranhamente, bem tranqüila, pois na verdade não tinha entendido o porquê dos xingamentos, até que uma hora minha mãe me puxou e disse para eu sair de perto da janela e me explicou o porquê de todo aquele alvoroço. Confesso que depois disso fiquei me borrando de medo deles quebrarem os vidros do busão com pedras e afins!
A segunda vez que eu andei de ônibus foi para ir para a faculdade e experimentar coisas novas. Sai do meu prédio naquele frio desgraçado, apesar de que hoje agradeço por estar frio, pois pegar busu no calor deve ser infinitamente pior e fui em pé até chegar à faculdade. Foi engraçado, mas não pretendo fazer novamente.
A terceira vez foi ontem, só que foi um caso à parte, pois o ônibus era somente para os alunos e todos foram sentadinhos nos seus respectivos lugares. Foi mais uma simulação do que realidade, mesmo assim fiquei pensando em quem tem que usufruir desse meio de transporte todo dia, não deve ser nenhum pouco fácil e sempre que eu vejo uma tiazinha correndo em direção ao ponto me dá um aperto no coração e penso: “Graças a Deus que não sou eu!”.



Na foto: minha parceira de trabalho e eu no bus.

4 comentários:

mary_sintome disse...

então deixa eu te assustar ainda mais...
no inicio desse ano eu fui trabalhar em uma leiloeira daqui da cidade, que se localiza na frente da fabrica da coca cola.
para eu bater o cartão as 8,eu de carro saia as 6:40 de casa.
mas como eu so tinha um carro, e a empresa não dava auxilio combustivel (apenas uma gratificação de 45 reais...(detalhe,só de cosmbustivel nem um mes p/ir e vir dava 200 reais)), eu tinha a opção busão. eu tinha que pega-lo no terminal as 6:15 da manha. e o ponto mais prox de lá fica a 1 quadra.
durante a manha meu irmão e o valter me levavam, blz, mas na hora de sair... eu batia cartão as 18, e o onibus passava as 18 (linha p/iguatemi, nunca me esquecerei)lembra que eu te disse que o ponto ficava a 1 quadra de lá? então, la estava eu de terninho e salto alto correndo atras do busão, e quer saber o pior? na maioria das vezes eu perdia.passava um outro 30 minutos depois, todos eles cheios ate as cucuias de domesticas e empregados, e eu chegava ao terminal por cerca de 19:20.

busão é transporte coletivo e muito divertido,mas irrita muito mais que dirigir

Lady in White disse...

Olá, Lizy!

Isso é praticamente uma orgia blogger: as damas do Podres Pudores receberam uma indicação pra concorrer a um prêmio entre blogs. Como A-DO-RA-MOS uma boa farra em grupo... decidimos indicar o seu blog pra concorrer junto com a gente! Afinal... prazer dividido aumenta ou diminui?

Os links para entender melhor como funciona esse prêmio estão no PodresPudores, é só fazer uma visitinha pra gente!

Abraços.

hotspot_fortaleza disse...

ADOREI A FOTO

LINDOS SORRISOS ...

BEIJOS

HOTSPOT FORTALEZA
http://hotspotfortaleza.blogspot.com/

Luidi disse...

Tche, em q mundo de conto de fadas você vive??? Andou 3 vezes de busão? Pára! hauhaua

Mas não é tão ruim assim não, e acaba acostumando!

Confesso que uma vez, em dia de jogo do Grêmio em Porto Alegre, peguei o ônibus que passaria no estádio deles... vestido com a camisa do Inter. Incrívelmente fui chingado bem pouco.... ou eu que fiquei surso de medo na hora, nem sei mais! hehee

Abraço!

[caroneiro.blogspot.com]