terça-feira, 14 de julho de 2009

Cantadas em lugares errados

Vamos combinar uma coisa: cantadas geralmente já são por si só um desastre, agora cantadas em lugares errados são uma catástrofe!
Hoje eu estava fazendo uma caminhadinha básica com minhas músicas que me mantém no ritmo do exercício. Quando estava terminando aquela subida que parece interminável, ainda mais quando você não faz caminhada a algum tempo, veio um idoso falar comigo. Quando eu digo que ele era idoso é porque realmente era. Ele devia ter uns setenta e muitos anos de experiência em cantadas mal sucedidas. Primeiro fiz o que toda mulher de bom senso iria fazer: ignorei fingindo que não estava escutando, porém este plano não deu muito certo porque ele insistiu e eu não tive como fugir, pois ele estava chegando cada vez mais próximo. Tirei os fones de ouvido para saber qual era a urgência em falar com a minha pessoa e me arrependi profundamente!
- Idoso: Essa subida é de matar não é?
- Eu: Pois é (olhando pra frente)
- Idoso: Você não sentiu um cheiro estranho lá em baixo?
Foi então que eu pensei: olha que coisa...acho que ele só quer conversar.
- Eu: Senti sim (um sorriso)
- Idoso: Esse cheiro de mofo faz mal
- Eu: É porque choveu demais por esses dias
- Idoso: Isso faz mal! Você não pode estragar sua beleza com esse cheiro
- Eu: Hãn ¬¬ (corre, corre, corre)
Eu sou muito inocente quando achei que o velinho só queria conversar? Tudo bem não precisa responder!
Comecei a andar mais rápido, muito mais rápido, sem olhar para o lado, para cima, para baixo e muito menos para trás. Quando eu achei que tinha deixado o vovó no mínimo um quilometro para trás faço a besteira de olhar para o lado e ver alguém se aproximando. Não! Não podia ser ele! Afinal de contas eu estava praticamente correndo! Erro meu. Era o velinho andando no ritmo de quem não está nem um pouco a fim de fazer exercício e vai andar só porque não tem nada pra fazer de melhor. O que eu podia fazer numa situação dessas? Simplesmente diminui meu passo e fui derrotada na caminhada por um vovó de setenta e muitos anos!

3 comentários:

Mariana disse...

COMENTAREI NÉ BABY??

faz SECULOS que não atualizo meu lj,e hj mesmo eu tava pensando no seu blog!! ta aí!!

com relação ao velinho, que bom que vc correu (medooooooooo), quando for caminhar no parque, me avisa, tem dias que eu vou

bjo flor

Mary disse...

p.s: fui eu quem comentou, a "vargas"

Paulo disse...

hahahahahahahahaha
fazia um tempão que não entrava no teu blog....enfim....cada vez que leio os "post", me surpreendo mais e mais....está ficando fodona nas escritas hein!!!!...hehehe....e essa vivência poderia acabar em um livro....hehehehe.....
ahhhh.....te cuida com os velhinhos....hehehehe
bjsss