segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Pessoas do cotidiano parte II: aquelas que nos fazem sentir culpa.



Este tipo de pessoa não me agrada muito, não me agrada nenhum pouco para ser bem sincera. É o tipo de ser humano que faz a gente se sentir culpado pelas coisas que fazíamos antes e que por algum motivo (ou quem precisa de um?) paramos de fazer. Se você estiver lendo e se identificar tenho um aviso a fazer: por favor PARE! Este tipo de pessoa, assim como a do texto anterior, podemos encontrar em qualquer lugar, porém é mais específico, pois temos que ter algum tipo de relação com a mesma. É aquela sua colega de academia que te encontra no supermercado na seção de doces (diga-se de passagem, que ela só está lá porque se perdeu pelas gôndolas) enquanto você está enchendo seu carrinho de guloseimas e pergunta por que você parou de fazer academia. Você pode mentir na maior cara de pau e dizer que mudou o horário de fazer seus exercícios diários e ficar a mercê de uma resposta do tipo “Sério? Mas eu perguntei para o seu personal e ele disse que você saiu do horário!”. E é claro que ela olha para o seu carrinho como se fosse um absurdo você parar de fazer academia e ainda se entupir de calorias. Depois dessa o que fazer? Eu saia correndo do supermercado! Para evitar essa situação constrangedora e deixar de comprar todas aquelas delícias que estavam em seu carrinho sempre existe a segunda opção: fazer aqueles que nos fazem sentir culpa se sentirem culpados por estar fazendo coisas fúteis enquanto nós estamos fazendo algo pela humanidade.
- Pois é Carlinha, sai da academia, pois vou me juntar ao corpo da paz, porém estarei viajando muito e não vou ter os horários muito certos e decidi sair da academia.
Pronto! Você acaba de deixar a Carlinha pensando que ela passa horrores na academia enquanto você faz caridade. Se por azar você encontrar a pessoa novamente na mesma semana, mês ou até no mesmo ano faça como eu: seja patético e se esconda. Sempre funciona!

Um comentário:

sweetelegance disse...

Oii Lizy, obrigada pelos comentários no blog, adorei ter a sua visitinha! Que bom que vc gostou! E melhor ainda que conheci o seu... nossa, é verdade, esse tipo de gente que só nos puxa pra baixo é melhor evitar! Beeijo!